Diabetes Controlada

01/10/2018

Neste artigo iremos abortar o tema sobre os tipos de diabetes, causas, sintomas, alimentação e também falarei sobre um programa para a diabetes controlada, com o renomado médico Dr Rocha !

O que é Diabetes ? 

Diabetes é uma condição séria e vitalícia em que o seu nível de glicose no sangue é muito alto. Existem dois tipos principais, tipo 1 e tipo 2. Eles são condições diferentes, mas são sérios. Existem alguns outros tipos mais raros de diabetes também. 

O que causa diabetes? 

O que todos os tipos de diabetes têm em comum é que eles causam muita glicose (açúcar) no sangue das pessoas. Mas todos nós precisamos de um pouco de glicose. É o que nos dá a nossa energia. Nós obtemos glicose quando nossos corpos quebram os carboidratos que comemos ou bebemos. E essa glicose é liberada no nosso sangue.
Nós também precisamos de um hormônio chamado insulina. É feito pelo nosso pâncreas, e é a insulina que permite que a glicose no sangue entre nas nossas células e alimente os nossos corpos.
Se você não tem diabetes, o pâncreas detecta quando a glicose entrou na corrente sanguínea e libera a quantidade certa de insulina, para que a glicose entre nas células. Mas se você tem diabetes, esse sistema não funciona. 

O que é diabetes tipo 1? 

Diabetes ocorre quando a glicose no sangue, também chamada de açúcar no sangue, é muito alta. A glicose no sangue é a sua principal fonte de energia e vem principalmente da comida que você come. A insulina, um hormônio produzido pelo pâncreas, ajuda a glicose no sangue a entrar nas células para ser usada como energia. Outro hormônio, o glucagon, funciona com insulina para controlar os níveis de glicose no sangue.
Na maioria das pessoas com diabetes tipo 1, o sistema imunológico do corpo, que normalmente combate a infecção, ataca e destrói as células do pâncreas que produzem insulina. Como resultado, seu pâncreas pára de produzir insulina. Sem insulina, a glicose não consegue entrar nas células e a glicose no sangue aumenta acima do normal. As pessoas com diabetes tipo 1 precisam tomar insulina todos os dias para se manterem vivas.
 

Quem tem mais chances de desenvolver diabetes tipo 1? 

O diabetes tipo 1 ocorre tipicamente em crianças e adultos jovens, embora possa aparecer em qualquer idade. Ter um pai ou irmão com a doença pode aumentar suas chances de desenvolver diabetes tipo 1. 

Quais são os sintomas do diabetes tipo 1? 

Os sintomas da diabetes tipo 1 são graves e geralmente acontecem rapidamente, durante alguns dias ou semanas. Os sintomas podem incluir 

-Aumento da sede e micção

-Aumento da fome

-Visão embaçada

-Fadiga

-Perda de peso inexplicada

Às vezes, os primeiros sintomas do diabetes tipo 1 são sinais de uma condição com risco de vida chamada cetoacidose diabética (CAD). Alguns sintomas da DKA incluem: 

-Pele seca ou ruborizada

-Náusea ou vômito

-Dor de estômago

-Problemas respiratórios

-Dificuldade em prestar atenção ou se sentir confuso


O que causa diabetes tipo 1? 

A diabetes tipo 1 se desenvolve porque o sistema imunológico do organismo destrói as células beta-pancreáticas, que são as responsáveis pela fabricação de insulina. Por isso, as pessoas com diabetes tipo 1 não pode fazer sua própria insulina em quantidades adequadas. O diabetes tipo 1 pode acontecer por uma herança genética em conjunto com fatores ambientais como infecções virais. A insulina é necessária para levar o açúcar do sangue às células, onde a glicose poderá ser estocada ou usada como fonte de energia. No diabetes tipo 1, as células beta produzem pouca ou nenhuma insulina. Isso faz com que a glicose não entre nas células, se acumulando no sangue e levando ao diabetes tipo 1.

Como posso controlar a diabetes tipo 1 ? 

O tratamento de diabetes tipo 1 correto envolve manter uma vida saudável e o controle da glicemia, a fim de evitar possíveis complicações da doença. Os principais cuidados para tratar o diabetes incluem:

A atividade física é essencial no tratamento do diabetes para manter os níveis de açúcar no sangue controlados e afastar os riscos de ganho de peso. A prática de exercícios deve ser realizadas de três a cinco vezes na semana. Há restrição nos casos de hipoglicemia, principalmente para os pacientes com diabetes tipo 1. Dessa forma, pessoas com a glicemia muito baixa não devem iniciar atividade física, sob o risco de baixar ainda mais os níveis. Por outro lado, caso o diabetes esteja descontrolado, com glicemia muito elevada, o exercício pode causar a liberação de hormônios contrarreguladores, aumentando mais ainda a glicemia. Em todos os casos, os pacientes com diabetes devem sempre combinar com seus médicos quais são as melhores opções. Lembrando que o ideal é privilegiar atividades físicas leves, pois quando o gasto calórico é maior do que a reposição de nutrientes após o treino, pode haver a hipoglicemia.


O que é diabetes tipo 2? 

A diabetes tipo 2 está relacionada ao excesso de açúcar no sangue e gera sintomas como muita sede, boca seca, urina frequente e emagrecimento sem causa aparente, que nem sempre é identificada pelo portador da doença. Seu tratamento pode ser feito através do uso da insulina, hipoglicemiantes orais, dieta adequada e exercícios físicos e, em alguns casos, a diabetes tipo 2 tem cura.

A fisiopatologia da diabetes tipos 2 está relacionada à resistência à insulina, que dificulta a entrada da glicose nas células ou pela quantidade insuficiente de insulina no sangue. As causas da diabetes tipo 2 podem ser fator hereditário, obesidade, sedentarismo e o consumo excessivo de alimentos ricos em carboidratos e açúcar.


Quem tem mais chances de desenvolver diabetes tipo 2? 

Você pode desenvolver diabetes tipo 2 em qualquer idade, mesmo durante a infância. No entanto, o diabetes tipo 2 ocorre mais frequentemente em pessoas de meia idade e idosos. É mais provável que você desenvolva diabetes tipo 2 se tiver 45 anos ou mais, tiver histórico familiar de diabetes ou se estiver com sobrepeso ou obesidade. O diabetes é mais comum em pessoas afro-americanas, hispânicas / latinas, indianas americanas, asiáticas ou ilhas do Pacífico.
A inatividade física e certos problemas de saúde, como a pressão alta, afetam suas chances de desenvolver diabetes tipo 2. Também é mais provável que você desenvolva diabetes tipo 2 se tiver pré-diabetes ou tiver diabetes gestacional durante a gravidez. Saiba mais sobre os fatores de risco para diabetes tipo 2.

Quais são os sintomas da diabetes tipo 2? 

-Aumento da sede e micção

-Aumento da fome

-Sentindo cansaço

-Visão embaçada

-Dormência ou formigamento nos pés ou nas mãos

-Feridas que não cicatrizam

-Perda de peso inexplicada


O que causa diabetes tipo 2? 

Os sintomas do diabetes tipo 2 geralmente se desenvolvem lentamente - ao longo de vários anos - e podem ser tão leves que você nem percebe. Muitas pessoas não têm sintomas. Algumas pessoas não descobrem que têm a doença até que tenham problemas de saúde relacionados ao diabetes, como visão turva ou doença cardíaca.

Ao contrário das pessoas com diabetes tipo 1, as pessoas com diabetes tipo 2 produzem insulina. Entretanto, o corpo pode criar uma resistência a insulina - ou seja, ele não responde da forma como deveria à ação da insulina e não a utiliza corretamente. Também pode acontecer de o paciente com diabetes tipo 2 não produzir insulina suficiente para suprir as demandas do seu corpo. Nesse processo, a insulina insuficiente não consegue carregar todo o açúcar para dentro das células, e ele acaba se acumulando no sangue.


Como posso controlar a diabetes tipo 2 ? 

O tratamento do diabetes tipo 2 visa baixar os níveis de glicose no sangue do paciente e cuidar para que ele não sofra nenhum tipo de complicação. Os principais cuidados para tratar o diabetes tipo 2 incluem:


-Registrar em um papel os valores de açúcar no sangue antes e após cada refeição;

-Comer pouca quantidade de doces e sempre após uma refeição, fazendo uma caminhada em seguida;

-Não comer fruta isoladamente, mas sim acompanhada com outro alimento, como iogurte;

-Fazer caminhadas após as refeições;

-Não ficar mais de 3 horas sem comer.


O que é diabetes gestacional? 

O diabetes gestacional é um tipo de diabetes que se desenvolve durante a gravidez. Diabetes significa que a glicose no sangue, também chamada de açúcar no sangue, é muito alta. Muita glicose no sangue não é boa para você ou seu bebê.
O diabetes gestacional é geralmente diagnosticado na 24ª a 28ª semana de gestação. Gerenciando seu diabetes gestacional pode ajudar você e seu bebê a permanecer saudável. Você pode proteger a sua saúde e a do seu bebê tomando medidas imediatas para gerenciar seus níveis de glicose no sangue. 

O que causa diabetes gestacional? 

O diabetes gestacional ocorre quando seu corpo não consegue fazer a insulina extra necessária durante a gravidez. A insulina, um hormônio produzido no pâncreas, ajuda o corpo a usar glicose como energia e ajuda a controlar os níveis de glicose no sangue.
Durante a gravidez, seu corpo produz hormônios especiais e passa por outras mudanças, como ganho de peso. Por causa dessas mudanças, as células do seu corpo não usam bem a insulina, uma condição chamada resistência à insulina. Todas as mulheres grávidas têm alguma resistência à insulina durante o final da gravidez. A maioria das mulheres grávidas pode produzir insulina suficiente para superar a resistência à insulina, mas outras não conseguem. Essas mulheres desenvolvem diabetes gestacional. 

Como o diabetes gestacional pode me afetar? 

Se você tem diabetes gestacional, é mais provável que você desenvolva pré-eclâmpsia, que é quando você desenvolve pressão alta e muita proteína na urina durante a segunda metade da gravidez.
A pré-eclâmpsia pode causar problemas sérios ou potencialmente fatais para você e seu bebê. A única cura para a pré-eclâmpsia é dar à luz. Se tiver pré-eclâmpsia e tiver atingido 37 semanas de gravidez, o seu médico poderá querer entregar o seu bebé mais cedo. Antes de 37 semanas, você e seu médico podem considerar outras opções para ajudar seu bebê a se desenvolver o máximo possível antes de ele nascer. Saiba mais sobre pré-eclâmpsia.
O diabetes gestacional pode aumentar sua chance de ter uma cesariana, também chamada de cesárea, porque seu bebê pode ser grande. Uma cesariana é uma cirurgia importante.
Se você tem diabetes gestacional, é mais provável que você desenvolva diabetes tipo 2 mais tarde na vida. Com o tempo, ter muita glicose no sangue pode causar problemas de saúde, como retinopatia diabética, doenças cardíacas, doença renal e danos nos nervos. Você pode tomar medidas para ajudar a prevenir ou retardar o diabetes tipo 2.

Como o diabetes gestacional pode afetar meu bebê? 

Níveis elevados de glicose no sangue durante a gravidez podem causar problemas para o bebê, como
nascendo cedo demais
pesando demais, o que pode dificultar a entrega e ferir o bebê
ter baixa glicose no sangue, também chamada de hipoglicemia, logo após o nascimento
tendo problemas respiratórios
A glicose alta também pode aumentar a chance de você ter um aborto espontâneo ou um natimorto.1 Natimorto significa que o bebê morre no útero durante a segunda metade da gravidez.
Seu bebê também terá mais chances de ficar com sobrepeso e desenvolver diabetes tipo 2 à medida que envelhece. 

Quais são os sintomas do diabetes gestacional? 

Geralmente, o diabetes gestacional não apresenta sintomas. Se você tiver sintomas, eles podem ser leves, como ter mais sede do que o normal ou ter que urinar com mais frequência. 

Como posso controlar meu diabetes gestacional? 

Muitas mulheres com diabetes gestacional podem controlar seus níveis de glicose no sangue seguindo um plano de alimentação saudável e sendo fisicamente ativos. Algumas mulheres também podem precisar de medicamentos para diabetes. 

Siga um plano de alimentação saudável ! 

Procure uma nutricionista para ajudá-la a elaborar um plano de alimentação saudável, com escolhas alimentares que sejam boas para si e para o seu bebé. O plano ajudará você a saber quais alimentos comer, quanto comer e quando comer. Escolhas alimentares, quantidades e tempo são importantes para manter seus níveis de glicose no sangue em sua faixa alvo.

Se você não está comendo o suficiente ou sua glicose no sangue está muito alta, seu corpo pode produzir cetonas. As cetonas na urina ou no sangue significam que o seu corpo está usando gordura como energia em vez de glicose. Queimar grandes quantidades de gordura em vez de glicose pode ser prejudicial à sua saúde e à saúde do seu bebê.
Seu médico pode recomendar que você teste sua urina ou sangue diariamente para cetonas ou quando sua glicose no sangue estiver acima de um certo nível, como 200. Se seus níveis de cetona estiverem altos, seu médico pode sugerir que você altere o tipo ou quantidade de alimentos que ingere . Ou, você pode precisar alterar sua refeição ou lanche vezes.

O que é o Programa Diabetes Controlada? 

O programa foi elaborado pelo Dr. Rocha com base em pesquisas das melhores universidades dos EUA. O conceituado médico conseguiu reunir em apenas 4 módulos tudo o que um diabético precisa saber para conseguir controlar a diabetes de maneira 100% eficaz.

Cada módulo é disponibilizado semanalmente, na quarta semana você estará sentindo todos os benefícios de ter adquirido esse programa.

Mais de 83 mil pessoas estão sendo beneficiadas pelo programa, o Dr. Está conseguindo provar que é possível ter uma vida saudável, sem diabetes apenas adotando hábitos simples.

O primeiro módulo é o ''Destruindo a Diabetes'', nele você descobrirá o verdadeiro segredo para iniciar uma vida mais saudável controlando a diabetes.

No módulo dois você encontrará as grandes mentiras e mitos que aprendeu sobre a diabetes, o Dr. Rocha irá revelar as atitudes que estão atrapalhando e piorando a doença.

O terceiro é o módulo ''Treinamento Avançado'', se você seguir cada passo desse módulo você terá resultados incríveis, é um dos módulos mais importantes.

O último módulo é o ''Estilo de Vida'', você aprenderá como os hábitos saudáveis irão lhe ajudar a se manter feliz e com saúde, podendo comer alimentos saborosos sem precisar utilizar medicamentos prescritos.

Quem é o Dr. Rocha? 

O Dr. Rocha é um médico renomado com anos de experiencia, além disso, seu diferencial é ser um pesquisador, palestrante e apaixonado por ajudar pessoas a ter saúde e um corpo equilibrado.

Atualmente, Dr. Rocha atua como presidente no Instituto Nacional de Obesidade e Doenças Crônicas.

O médico diz que sua maior missão é proporcionar felicidade e saúde as pessoas, fazendo com que elas consigam um corpo saudável.

Com muita dedicação, o Dr. Rocha está ajudando centenas de pessoas a verem que, para ter uma vida plena, é necessário ter hábitos saudáveis.

Além disso, o Dr. Também é autor e escritor do libro best-seller ''Emagreça com o Dr. Rocha'', milhares de pessoas estão sendo ensinadas a serem mais saudáveis em diversos aspectos.

O Programa Diabetes Controlada funciona mesmo? 

Com certeza, eu não tenho nenhuma dúvida, afinal, já funcionou para  38 mil pessoas, então funcionará para você também.

Posso dizer que programa Diabetes Controlada é uma revolução quando se trata de controlar a diabetes, é o que eu sempre quis, eu não aguentava mais ingerir altas doses de medicamentos.

Eu garanto que funciona, nenhum outro método é tão eficaz quanto esse, afinal foi criado por um médico renomado, é um programa que podemos confiar.

Não tenha dúvidas, você precisa acreditar e seguir tudo o que for ensinado no programa, não precisa se preocupar, afinal é totalmente seguro e se você não gostar por algum motivo, a empresa devolve 100% o seu dinheiro.

Veja depoimentos de pacientes que utilizaram este método !

QUAL O PREÇO DO PROGRAMA DIABETES CONTROLADA?

BÔNUS PROGRAMA DIABETES CONTROLADA

-Treinamento Colesterol Alto: A Solução, mostrando como você pode fazer também o controle desse índice que assusta bastante milhares de pessoas no Brasil e no mundo;

-Treinamento Corpo Magro, Vida Saudável, criando hábitos favoráveis a sua perda de peso essencialmente através da aceleração do metabolismo;

-Treinamento A Cura Secreta, demonstrando que existem algumas fontes energéticas que você só achava ser possível encontrar em remédios caríssimos através de fontes naturais e bem mais dentro do orçamento;

-Treinamento Potência Cerebral, fazendo você perceber que a proteção em forma de alimentação e nutrientes dessa parte do seu corpo também terá influência positiva dentro da sua saúde como um todo;

-Entrada permanente no Grupo Diamante, a comunidade no Facebook dos participantes do Programa Diabetes Controlada onde existe a troca de informações, incentivo, solução de dúvidas etc.

COMO EU POSSO OBTER O PROGRAMA DIABETES CONTROLADA?

Entre no link indicado abaixo e dê o primeiro passo para constituir uma importante mudança na sua vida referente ao combate de uma vez por todas do seu quadro diabético: